AS TEMÍVEIS MANCHAS! POR VIVIAN MOTTA

Hoje vou falar sobre elas, as temíveis manchas, mas vou dar um enfoque na mais comum de todas elas, o MELASMA. Alguns já sabem com certeza o que são, mas para aqueles que ainda não sabem, trata-se de um distúrbio pigmentar da pele que provoca manchas escuras mais acastanhadas principalmente no rosto, podendo atingir um ou os dois lados.
Sua causa é desconhecida, mas pode ter relação com alterações hormonais e exposição solar, sendo muito comum surgirem na gravidez, conseqüente do aumento de melanina. Esta especificamente é conhecida como cloasma.
A boa notícia é que não causam nenhum problema metabólico, mas as queixas estéticas são freqüentes, afinal o rosto é nosso cartão de visitas, e ninguém merece ter que carregar no corretivo, não é mesmo?
Agora a pergunta que não quer calar, como tratar? Bem, existem vários tipos de tratamentos para esse tipo de manchas, mas nesse caso vou falar especificamente sobre a Luz Intensa Pulsada (IPL), uma tecnologia avançada que emite um amplo espectro de luz, gerando calor na pele e atingindo vários tipos de alvo como as sardas, micro vasos de face e colo e até mesmo o colágeno, tratando assim flacidez de pele e rugas. A aplicação da luz age em dois níveis da pele, o superficial e o profundo. O nível superficial consegue uma redução significativa de manchas e diversas pigmentações e o profundo é o que vai estimular o tão cotado colágeno.
As sessões devem ser mensais, sendo que não pode estar com a pele bronzeada e nem usando ácido no local para a aplicação. A aplicação é indolor e você pode retomar suas atividades diárias logo após.
Mas lembre-se, você deve fazer uma avaliação com um profissional da área para checar se sua mancha é mesmo esta e se a IPL é o tratamento ideal para você. Na Stética Avançada a avaliação é gratuita, e a aplicação é feita por profissionais qualificados.
Não existe motivo para não cuidar do rosto, o que você não pode deixar é passar o tempo, afinal podem piorar e aí sim ficar bem mais difícil de tratar!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *