DICAS PARA OTIMIZAR SEU TREINO POR CONSULTORIA FITNESS

Verão está chegando e muita gente começa a procurar a academia em busca de um resultado rápido. Milagres não existem, é precisar aliar exercícios e dieta. Então, o que devemos fazer realmente?
A perca de peso, condicionamento físico, definição muscular e uma modelagem mais especial da silhueta não surgem de uma hora para outra. Para conseguir fazer com que os seus exercícios e o seu treino mostrem um resultado essencial, além de se dedicar e ter paciência é necessário seguir as orientações de um personal trainer, para que você realize as atividades corretas, e também seguir as orientações de um nutricionista.
Tudo começa com uma periodização positiva tipo se o mês tem 30 dias, o ideal é treinar no mínimo 1/3 do mês. Se você nunca fez nada, então três vezes na semana é uma ótima adaptação neuro-muscular. Mas quem já passou dessa fase e treina há mais de 3 meses, com baixa freqüência semanal, está na hora de potencializar o estimulo e tirar seu corpo do estado de homeostase (do grego homoios – “o mesmo”e stasis – “parada”).
Outro ponto importante é entender que para crescer ou definir não depende só do treino, mas também da dieta. Afinal se o carboidrato estiver alto a tendência é termos mais volume e se estiver baixo podemos manter o peso ou secar.
Se você é aquela pessoa que só treina aeróbico, o ideal é combinar esse tipo de atividade a treinos de força. Quanto mais músculos você tiver, mais acelerado ficará seu metabolismo e, assim, você aumentará o gasto calórico e o consumo de gordura.
Outra dica que é consenso entre os profissionais de educação física é que a intensidade do treino vale mais do que o tempo de malhação. Ou seja, é melhor malhar por 30 minutos de forma vigorosa do que passar uma hora e meia na mesma atividade em ritmo moderado ou leve
O importante é sempre dar o máximo de intensidade nos treinos independente se ele for com séries longas ou series curtas, priorize qualquer método, ângulo e movimento. E lembre-se o descanso é tão importante quanto o treinamento, propriamente dito. Sem um descanso adequado, fica difícil ter não só a recuperação muscular quanto a síntese das miofibrilas musculares, quanto a síntese de glicogênio e até mesmo recuperação de articulações, tendões e outros

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *