young beauty woman eating dessert under cover on white background

DIETA X TRANSTORNO ALIMENTAR POR LIBIA VIEIRA

Você sabia que o simples fato de se fazer dietas restritivas já é considerado um tipo de transtorno alimentar? Sim, quase na mesma “linha” da anorexia, da bulimia,da dismorfia muscular (vigorexia). E hoje a mídia (entenda tb o instagram) é quem mais dissipa o transtorno alimentar. As dietas realizadas para atingir aquele percentual de gordura dos sonhos, que é o novo padrão de beleza o qual a maioria da população não consegue chegar, podem ser consideradas transtornos alimentares. O simples fato de vc exagerar no sábado e fazer “detox” no domingo, fato que se ocorrer com uma certa frequência em determinado período de tempo (ex, 1x por semana por 3 meses), também é considerado um transtorno. Eu nunca fui a favor de dietas restritivas, principalmente aquelas que restringem totalmente alimentos como frutas, legumes, carboidratos, enfim, tem uma gama hoje no “mercado”. Sim, é um mercado. A sua restrição vai favorecer tanto a mídia como a indústria alimentícia. Enfim, tem muito o que se discutir e refletir, mas vamos nos alertar para não nos tornarmos transtornados. Outro dia bebi um gole de cerveja do meu marido e me perguntaram se eu não iria postar que estava bebendo álcool. Oi??? Claro que não vou incentivar ninguém a beber, mas eu vivo, saio, como gorduras ruins, algumas vezes frituras, doces, mas sempre com um equilíbrio, já falei sobre o equlibrio varias vezes. Equilíbrio, e não métodos de compensação ou purgação. Eu não triplico meu treino se na noite anterior eu comi uma pizza, isso seria um princípio de transtorno. Eu mantenho os exercícios sempre na mesma frequência e volto à alimentação habitual.

Precisamos  retomar os padrões REAIS e NORMAIS do saudável, e deixar um pouco de lado essa obsessão pelo corpo “perfeito” , pelo percentual de gordura utópico . Isso pode nos gerar frustração, compulsão , insatisfação com a nossa realidade, com o limite que nosso corpo pode chegar . Apesar de tão difundida a alimentação saudável atualmente, nunca foi tão alta a incidência da obesidade e de transtornos alimentares. Vamos refletir, vamos nos policiar… Vamos viver de maneira saudável e equilibrada  e não neurótica e transtornada!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *