Dicas-ayurvedicas-para-dor-nos-joelhos

O PILATES NAS DORES DO JOELHO POR STUDIO HEALTH

Muitas pessoas procuram o Pilates porque sentem dor no(s) joelho(s). Esta região do nosso corpo é a que mais sofre pois esta articulação permite muita mobilidade.

O mecanismo de lesão pode ser desconhecido: desequilíbrios musculares, desvio postural, sobrepeso, excesso de treino (overuse), sedentarismo, lesões pré-existentes entre outros. A primeira coisa que deve ser levada em consideração ao procurar um método de atividade física, quando a pessoa na condição de dores no joelho, é conhecer sobre a atividade e o perfil do profissional que irá atende-la. O profissional deve ter um bom conhecimento de anatomia e biomecânica da articulação do joelho e também se preocupar com o seu histórico desde rotina de vida até os momentos de como sente a dor.

Através da Análise Postural o profissional/instrutor observa os desvios posturais e desequilíbrios musculares (assim consegue identificar o que está alongado ou encurtado), então é possível programar a aula em relação ao que deverá ser estabilizado, mobilizado e possíveis modificações de acordo com as necessidades daquela postura.

Levando em conta que de início o mais indicado seriam atividades físicas de baixo impacto, um método que tem sido muito indicado é o Pilates. Entre os benefícios, os exercícios promovem fortalecimento e alongamento, equilíbrio estático e dinâmico, coordenação, alinhamento e o controle do centro – e todos estes benefícios contribuem para o aumento da estabilidade articular, o que promove resultados positivos.

 

SUGESTÕES:

* Mantenha a prática de atividade física regularmente (prefira modalidades de baixo impacto, por exemplo, o Pilates);

* Opte por calçados e vestimenta adequados para cada tipo de modalidade;

* Evite ficar com o joelho flexionado por muito tempo;

Opte por uma vida mais saudável! Pratique uma qualidade de vida melhor!

 

Jessica D. F. Tamburus

Studio Health Pilates.RPG.Fisioterapia

Instagram: @studiohealth

Facebook: Studio Health Pilates

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *