O QUE É REALMENTE IMPORTANTE PARA NÓS? POR THERESA RACHEL

Quantas vezes desperdiçamos nosso tempo na falta e na necessidade do mais? Mais dinheiro, mais consumo, mais roupas, mais sapatos e cada vez mais coisas. Coisas que não possuem significado algum quando adquiridas para suprir a ausência de afeto, de amor e de alegria.
Quando sentimos que não somos inteligentes o bastante, bonita(o) o suficiente, bem sucedida(o) quanto os outros – o prazer da compra nos ajuda a disfarçar estas falhas.
Afinal de contas, quem vai dizer que não somos tudo isso se estamos vestidos com as roupas e acessórios mais fabulosos que existem? Quem vai notar que somos infelizes com nosso emprego se estamos vestindo as últimas tendências? Todas essas coisas são meras ilusões de ótica que escondem conflitos familiares, insatisfações, tristezas e suprem temporariamente um enorme vazio em nome de um pouco de prazer – “ah, hoje eu mereço, vai…”.
Assim nos tornamos consumidores de tudo e qualquer coisa, descarregamos nossas frustrações em objetos que levamos para casa, usamos uma vez e algumas vezes nunca. Desperdiçando nosso dinheiro suado e nosso tempo pra desviarmos a atenção do que muitas vezes não queremos enfrentar.
Por que não pegarmos a atenção que dedicamos àquilo que ainda não temos e focamos no que é realmente importante para nós? O foco da nossa atenção deveria estar 100% ao nosso redor, naquilo que temos e que nos faz bem como: alimentar-nos de coisas boas, pensamentos positivos, de amizades verdadeiras, família unida, conversas profundas e sinceras.
Quando as coisas simples invadem nossa vida, elas preenchem o peito, afagam o coração e afastam as frustrações. Ao cultivar a simplicidade preenchemos a alma de gratidão e o contentamento reduz nosso desespero por aquela roupa nova, por aquele último modelo de sapato, ou aquela bolsa incrível. Simplesmente algo dentro de nos se fortalece e se sacia, mas agora de outra maneira, pois estes estímulos nos conduzem. E quem se abre para a gratidão tem grandes chances de ser mais feliz, comprando menos e investindo tempo e energia onde realmente vale a pena.
Recorrer à vontade de consumir para suprir carências de todo e qualquer tipo, quem nunca?
Porém, escolho a gratidão pela vida… E desta forma acredito que podemos contribuir para um mundo melhor.
Theresa Rachel – Consultora de imagem

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *