SOBRE O MÉTODO PILATES POR STUDIO HEALTH

O método Pilates tem conquistado milhares de adeptos nos últimos anos. Este método, que foi desenvolvido pelo alemão Joseph Pilates na época da Primeira Guerra Mundial, teve introdução no Brasil em 1990, e tem como objetivo promover o ganho de fortalecimento, flexibilidade, melhora da conscientização corporal e respiratória, elevação da auto-estima e potencialização do corpo, através da melhora do condicionamento físico.

Este método é embasado na teoria da ?Contrologia? que foca no trabalho do controle da mente e do corpo para a realização dos exercícios com mínimo gasto energético. Assim há o desenvolvimento de um corpo uniforme, corrigindo posturas erradas, restaurando a vitalidade física e vigorando a mente. Este método trabalha o corpo e a mente sob o conceito de seis princípios, que são: respiração, centro de força (?power house?), concentração, controle, precisão e fluidez. O Studio Health Pilates oferece aos alunos a capacitação de um trabalho de auto conscientização corporal, com uma visão de alinhamento e preservação da postura, através do trabalho destes princípios.

Como fisioterapeuta viso o trabalho postural com preservação das curvaturas fisiológicas sem causar impacto às articulações e ao corpo. Um trabalho corporal para ser feito de forma correta precisa sempre ter disciplina e comprometimento de ambos os lados e o profissional deve sempre respeitar a individualidade de cada pessoa e de cada objetivo. Espero que nesta caminhada haja muita confiança e muita inovação de conhecimento para que seja feito um excelente trabalho. Opte sempre por uma atividade física que lhe promova benefícios ao corpo e a mente.

Tenha prazer em sair da rotina! Pense, não há segredo para uma vida mais saudável, apenas é necessário desenvolver uma disciplina e comprometimento através de uma alimentação balanceada e da prática de uma atividade física. Busque uma melhora da sua qualidade de vida!

Jéssica Tamburus do Studio Health

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *