TREINO FUNCIONAL POR GUTO TEIXEIRA

O nome já diz: o funcional foi concebido para tornar mais eficientes as funções do nosso corpo, como equilíbrio, flexibilidade, potência, coordenação motora, agilidade e força. O objetivo é melhorar o padrão de execução dos nossos movimentos nas tarefas do dia a dia, na academia e na prática de esportes. Hoje a dica é sobre os tipos de treino, confira:

Treino de resistência e aquele onde o corpo aumenta sua capacidade de suportar a fadiga. Existem vários tipos de resistência: resistência muscular localizada, resistência aeróbica, resistência anaeróbica.

Potência
É a contração do músculo no menor tempo possível. Quanto maior potência no saltar, correr, chutar maior a eficiência nesses movimentos. Até mesmo um ultramaratonista precisa treinar potência para melhorar sua resposta e resistência a fadiga. Há muitas formas de realizar um treino de potência muscular. Em salas de musculação, ou em praças e parques, como chamado treinos de pliometria. Com o treino de potência, observamos um ganho muito grande na resistência anaeróbica latica, ou seja, você suporta ficar mais tempo executando atividades intensas.

Força

O treinamento de força visa o aumento do recrutamento de unidades musculares, ou seja, o corpo irá recrutar um maior número de fibras musculares para vencer a resistência imposta a ele. No caso, o exercício praticado. Diferente do treino de hipertrofia, que visa o aumento da fibra muscular.

Pra quem serve ?

Para qualquer pessoa. O aumento da força faz com que a pessoa se sinta mais segura para realizar todas as suas atividades físicas. Auxiliando diretamente nas outras capacidades físicas, como coordenação, agilidade, velocidade.
Guto Teixeira – preparador físico e fisioligista esportivo

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *