VIDA PRÁTICA SUSTENTÁVEL

Vivemos em uma época de profundas transformações ambientais. É necessário rever hábitos e, de alguma forma, agir. Especialistas lembram atitudes simples que dão resultado.

Veja ações para tornar a rotina mais sustentável.

1- Questione as suas atitudes. Não há nada de errado em buscar uma vida confortável, mas não devemos nos basear nesses critérios para definir se levamos uma trajetória satisfatória e feliz. Mais importante é ter experiências gratificantes no dia a dia, saúde, bons amigos e momentos de diversão. Com esses conceitos em mente, é necessário questionar diariamente as suas ações e motivações. O que você busca no trabalho? Como fortalece suas amizades? O que faz contribuir com um desenvolvimento sustentável? Use essas respostas como guia na hora de tomar decisões.

2- Não esqueça do básico. Com uma situação tãoalarmante, às vezes achamos que é inútil nos comprometer com as pequenas atitudes, como diminuir o tempo do banho ou levar sacolas reutilizáveis aos supermercado, um esforço para usar ao máximo o transporte público e economizar na conta de luz tirando da tomada tudo que não estiver usando durante o dia , como televisores, microondas, fogão e computadores. A reciclagem do lixo também ajuda, assim como evitar o desperdício de comida.

3- Controle o consumo. Um processo de produção gera poluição, pode levar a mudanças climáticas e ao aquecimento dos oceanos, além de afetar a fauna e a flora. Não é preciso eliminar o consumo, mas transformá-lo.

4- Organize movimentos locais. Há uma tendência forte em todo o mundo de valorização de iniciativas locais. Pequenos grupos e até mesmo pequenas empresas são a grande promessa do futuro, segundo especialistas. Eles serão as fontes de ideias criativas que vão nos levar a uma economia verde mais facilmente. Com o tempo, até mesmo as grandes empresas devem adotar estratégias como incentivo à movimentos locais, como hortas comunitárias, incentivo para implantação de painéis solares.

5- Ensine e dê o exemplo. O desenvolvimento sustentável tem um funcionamento semelhante ao da natureza: em rede. Há uma interdependência entre todos os fatores e membros que fazem parte do ciclo. Portanto, quanto mais gente trabalhando nesse sentido, melhor para nós e para o planeta. Precisamos estar atentos às crianças, aos nossos filhos e ao que eles estão aprendendo na escola. Quanto mais cedo a noção de sustentabilidade for inserida, mais natural ela se tornará, assumindo um papel forte com o passar das gerações. Tudo isso gera comportamentos mais saudáveis para a sociedade e o meio ambiente.

6- Pressione empresas. Você pode escolher se relacionar apenas com empresas que demonstrem preocupação ambiental. Há diversas maneiras de descobrir isso. A mais óbvia é perguntar ao gerente ou conversar com os funcionários. Além disso, você pode verificar se a empresa tem selos oficiais de sustentabilidade ou pesquisar relatórios recentes com os dados que tratem do assunto.

7- Cobre atitudes governamentais. Às vezes, dependemos de aprovação oficial para conquistar o que queremos, como a limpeza de um rio ou a melhoria do transporte público. Seja qual for a exigência, é importante estar a par dos esforços do governo nas áreas diversas áreas de desenvolvimento. Alguns contatos mais próximos com o governo, como ONGs gera bons resultados. Muitas vezes, o distanciamento criado entre os governantes e o povo é o responsável por impedir que bons trabalhos sejam realizados. O mesmo pensamento serve para a hora de votar.

8- Faça seu melhor. Pense que, às vezes, mesmo que estejamos sem vontade de contribuir, há coisas significativas que não exigem muito trabalho. A internet é uma ferramenta poderosa para ajudar no desevolvimento sustentável hoje. Principalmente os jovens, que estão conectados o dia todo, podem usar as redes para divulgar bons projetos, iniciativas e empresas que fazem trabalhos legais. Assm, outras empresas se sentirão estimuladas a buscar esses serviços, assim como as pessoas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *